Home
   
buscar
 

08 / 10 / 2019
Comércio de Jundiaí estima abertura de 2,5 mil vagas temporárias a partir de outubro

 

Metade das vagas deve ser aberta pelo varejo de vestuário, tecidos e calçados

 

Jundiaí, 07 de outubro de 2019 - Cerca de 2,5 mil vagas temporárias devem ser geradas no segmento de comércio varejista a partir de outubro para atender as demandas da Black Friday, Natal e Ano Novo em Jundiaí. A projeção é do Sindicato do Comércio Varejista de Jundiaí e Região (Sincomercio). Em 2008 foram criadas duas mil oportunidades.

Dados da Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Assertem) estima crescimento de 13,86% o crescimento de vagas temporárias até dezembro. A entidade aposta na abertura de 570 mil vagas diante das 500 mil de 2018, sendo 366 mil só no Estado de São Paulo.

Já o emprego no comércio varejista do Estado de São Paulo deve aumentar em 7,86% em relação aos 30,6 mil registrados em 2018. Serão 33 mil trabalhadores temporários para o fim do ano, de acordo com a estimativa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

Metade das vagas deve ser aberta pelo varejo de vestuário, tecidos e calçados. Os supermercados concentrarão cerca de 25% das vagas e o restante será dividido, principalmente, entre os segmentos de eletrodomésticos; eletrônicos e lojas de departamentos; móveis e decoração; farmácias e perfumarias.

De acordo com Edison Maltoni, presidente do Sincomercio, historicamente a oferta de vagas se intensifica em outubro. Boa parte das contratações deve ocorrer em novembro.  Agências de emprego e diversas lojas já estão recebendo currículos. As entidades CDL (www.cdljundiai.com.br) e Sincomercio (www.sincomerciojundiai.com.br) também recebem currículos.

 “Calçados, vestuário, eletrodomésticos, eletrônicos, lojas de departamentos, móveis e decoração, supermercados, farmácias e perfumarias estão entre os setores que devem concentram a maioria das vagas”, detalha.

Para trabalhar no comércio, Maltoni exemplifica que o profissional deve ser comunicativo, interessado e ter disponibilidade de horário, inclusive para trabalhar após as 18h no final de ano e aos finais de semana.

“O consumidor está cada vez mais exigente. Dessa forma, o profissional deve buscar informações sobre os produtos a serem vendidos, ser atencioso, responsável. Estatisticamente, 25% da mão-de-obra temporária é efetivada por isso o profissional deve valorizar esta oportunidade”, afirma.


voltar

  Ãšltimas notícias
“A arte de gerar...
 
Dia das Crianças:...
 
Ação social para...
Vendas para o Dia das...
 
  parceiros

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

 
 

apresentação

Definição

Objetivos

Missão e Valores

Diretoria

Editorial

Hino da Nação Lojista

centros
empresariais

cursos e
treinamentos

eventos

boletim
informativo

serviços

SPC

Negativações

ALERTA Cheques & Documentos

Segurança e Medicina do Trabalho

Auditório

Videoteca

Assistência Jurídica

Bolsa de Emprego

Promoção Intersócios

convênios

Financeiro

Médico

Odontológico

Fonoaudiologia

Cartório Mais Jundiaí

localização

responsabilidade
social

Agenda

Links

notícias

Curso

Evento

Jantar

Palestra

Promoção

Serviços

Sincomércio

Outras

   
desgin by